Agora: Pintor sofre descarga elétrica em Costa Rica

Segurança em 20 de agosto, 2015 14h08m
Facebook Twitter Whatsapp

O pintor de paredes Eder Carlos Paes Fernandes, estava trabalhando na pintura de paredes da Igreja Presbiteriana Independente, quando ao puxar a escada de alumínio, a mesma tocou no fio de alta tensão e o pintor sofreu uma descarga elétrica, ficando desacordado e ainda com queimaduras nas mãos e nos pés.

Local – Aconteceu por volta das 13 horas, dessa quinta-feira (20), mais um acidente de trabalho. O jovem Eder Carlos Paes Fernandes, pintor de paredes, estava trabalhando na pintura externa da Igreja Presbiteriana Independente, localizada a Rua Josina Garcia de Melo, quando ao puxar a escada de alumínio, a mesma tocou no fio de alta tensão e houve uma descarga elétrica que poderia ter levado o pintor a morte.

O pintor foi socorrido por outros trabalhadores e também pelo pastor da Igreja, e logo chegou o Corpo de Bombeiros que prestou atendimento no local e levou o pintor para a Fundação Hospitalar onde está sendo atendido.

Populares informaram que a noticia que tinham é que aquela rede não estava energizada,  e desse ponto de vista não havia perigo de descarga elétrica.

Publicidade

[imagem:57388] 

No dia 18 de maio do corrente ano, o pintor Ivael Teodoro de Souza, morreu eletrocutado em Chapadão do Sul, quando encostou uma ferramenta de trabalho no fio de alta tensão. A descarga foi de 13.800 watts. 

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários